Home / Artigos / Resenha | Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Resenha | Homem-Aranha: De Volta ao Lar

Depois de muito tempo longe da Marvel, finalmente o Homem-Aranha dos cinemas está de volta ao seu lar, com tudo que os fãs poderiam esperar!

“Homem-Aranha: De Volta ao Lar” finalmente traz uma aventura solo do amigão da vizinhança no mesmo universo dos Vingadores. E o filme realmente deixa isso claro: se passando 8 anos após os eventos de “Os Vingadores”, temos uma Nova York que convive com o fato de seres extraordinários existem por lá.

E a partir dos eventos do primeiro filme, começa o desenvolvimento do vilão Abutre, Adrian Toomes, interpretado por Michael Keaton. Começando como um simples catador de “lixo alienígena”, Toomes se torna um grande inimigo para o Aranha graças não só ao próprio Michael Keaton, como por suas motivações. Não temos aqui um plano maquiavélico de “dominação global” ou de “vingança”. Todo o porquê das atitudes do personagem é muito bem explicada em uma das melhoras cenas do filme, que envolve um diálogo entre o Abutre e o Homem-Aranha.

O que falar sobre o Tom Holland? Ele tinha uma difícil tarefa de entrar num papel já trabalhado por dois ótimos atores, e podemos dizer que ele fez seu trabalho bem feito. No filme, temos um Peter Parker “raíz”, um garoto de Ensino Médio que está longe de ser alguém popular, que é perturbado por um bully, e tem vergonha de se declarar para a garota que gosta. E é claro, tudo isso tendo que vestir o seu uniforme e ajudar as pessoas, além de se preocupar de não por em risco sua identidade secreta.  Tais características trazem de volta um Peter muito mais pé no chão, mais fiel ao tipo de personagem que se tornou amado pelos fãs: ele é como qualquer um de nós.

E não só o herói e vilão funcionam, como todo o elenco de apoio. O Ned (Jacob Batalon), melhor amigo do Peter Parker, serve como grande alivio cômico, sendo um personagem não só carismático como divertido. Liz Allen (Laura Harrier) entra no lugar da Gwen Stacy e Mary Jane, sendo o interesse romântico do herói desta vez. O Flash Tompson (Tony Revolori) deixa de ser apenas um atleta genérico para ser aquele exemplo maior de “cara chato”. A participação do Tony Stark (Robert Downey Jr.) é menor do que se esperava baseado no que víamos nos trailers, e é muito pontual e útil para a trama, mas sem roubar o destaque do Aranha.

Mesmo não sendo um filme “fórmula Marvel”, Homem-Aranha: De Volta ao Lar não deixa de ser um filme de ação com momentos de humor. Apesar dos momentos cômicos serem muito bem executados, pouco se tem a elogiar dos momentos de maior ação. Nada por enquanto que chegue ao nível da clássica cena do metrô em “Homem-Aranha 2”. A cena realmente mais empolgante do filme é a que acontece durante o terceiro ato, nos minutos finais.

O filme não tem o objetivo de ser grandioso, é um filme que apesar de não se tratar de uma origem, foca na vida do Peter Parker enquanto herói em amadurecimento. Maior prova disto são os primeiros quarenta minutos, em que vemos o Homem-Aranha tentando lidar com problemas muito além do nível de quem apenas parava alguns bandidos de rua e ajudava idosos a atravessar a rua.

Com um 3D dispensável, Homem-Aranha: De Volta ao Lar é um retorno de braços abertos ao lugar de onde nunca deveria ter saído, sendo um filme que com certeza te divertirá sem muitas pretensões.

Nota: 8

About Gabriel (Expresso Nerd)

Nerd, blogger e youtuber. Futuro contador. Curto Marvel e DC e prefiro Star Wars à Star Trek. O que mais dizer?
x

Check Also

Playlist | Anísio Mello Júnior

Com a chegada do Anima Con Natal, nada mais justo que trazermos ...