Home / Animês / Crítica – O Túmulo dos Vagalumes

Crítica – O Túmulo dos Vagalumes

Depois de um bom tempo sem análises, vamos justamente para uma bem especial de um filme especial – O túmulo dos vagalumes (Hotaru no Haka no Japão).

E o que temos de especial nesse filme? Pois bem, estamos falando de uma produção do diretor Hayao Miyazaki, e muitos já sabem: saiu das mãos do Miyazaki é coisa boa.

O Túmulo dos Vagalumes é um filme animado produzido pelo glorioso estúdio Ghibli no ano de 1988 e como já disse, tudo feito com o Miyazaki no meio de tudo.

http://img5.uploadhouse.com/fileuploads/2816/2816362ecf8454bceacb3685e6e06cc7668dddc.jpg

História

A história é simples: O filme relata a história de dois irmãos, Seita e Setsuko, no período da Segunda Guerra Mundial no Japão. O pai deles é convocado a defender o país na guerra, pois faz parte da marinha japonesa, e durante o filme, eles acabam se separando da mãe, sobrevivendo por conta própria.

A partir daí, o filme mostra a luta pela sobrevivência das duas crianças, em meio à pobreza e miséria que assola o país. Fome, doenças e a falta de generosidade e sensibilidade dos adultos são só alguns dos poucos elementos de O Túmulo dos Vagalumes, que tem uma pontinha de realidade, pois a história se baseia na vida de um dos roteiristas do filme.

http://2.bp.blogspot.com/_R0_FySbUL3g/TQeE7QpvdYI/AAAAAAAAExE/G7EPprurluo/s800/fireflies.jpg

Análise

Primeiro, tem que se levar em consideração o tempo de existência do filme, já fazem mais de 24 anos que Hotaru no Haka saiu nos cinemas e é explêndido como a animação e o traço bate muitos animes que vemos nos dias de hoje. É muito díficil você sequer pensar que o longa é tão antigo assim devido sua imagem.

A trilha sonora também não fica para trás, as OST’s se encaixam muito bem nos momementos certos, sejam eles alegres ou tristes (estes que são abundantes no filme).

http://cineindiscreto.files.wordpress.com/2010/07/mkhfro.png

E não pense que Hotaru no Haka é apenas uma junção de vagalumes bonitos e músicas interessantes, o enredo e os personagens vão muito além disso, e são otimamente construídos. E o principal, chorando ou não, você sente pena da situação dos personagens (principalmente porque coisas parecidas ocorreram na realidade! No mundo real! Estamos falando da Segunda Guerra Mundial). E sinceramente, é de contar nos dedos um anime que te faça “chorar”.

Um fator incrível do filme é meio que te “jogar” dentro do filme e te deixar a pergunta: Você seria igual o Seita? Você passaria fome para cuidar de sua pequena irmã? Ou simplesmente deixaria tudo para trás apenas para sobreviver? Já pensou se fosse você nessa situação?

http://myfavoritewasteoftime.files.wordpress.com/2010/09/grave.jpg

Conclusão Final

O Túmulo dos Vagalumes definitivamente se destaca dentre os longas metragens animados do diretor Hayao Miyazaki e marca pela grande emoção que é transmitida na tela enquanto o filme rola.

Concerteza é uma obra de arte que deve ficar marcada por bastante tempo. Com tantos elogios, nem preciso dizer que é um filme totalmente recomendável?

Sobre Gabriel (Expresso Nerd)

Nerd, blogger e youtuber. Futuro contador. Curto Marvel e DC e prefiro Star Wars à Star Trek. O que mais dizer?

Check Also

O evento épico de festas de fim de ano de começa em GWENT

A CD PROJEKT RED, criadora da série de jogos do The Witcher, anuncia um evento …