Home / Games / Ballistic Overkill – O FPS brasileiro que você precisa jogar

Ballistic Overkill – O FPS brasileiro que você precisa jogar

A Aquiris Game Studio, empresa gaúcha famosa pelo jogo “Horizon Chase”, traz atualmente mais um jogo de alta qualidade para nós. O jogo da resenha de hoje é Ballistic Overkill, originalmente lançado em 2012 para Facebook, o título está em fase de acesso antecipado na Steam. Você pode comprar o jogo aqui por apenas dez reais.

Em sua essência, Ballistic é um FPS multiplayer para ser jogado em equipes, com um estilo que lembra tanto Team Fortress 2 quanto a dinamicidade dos Call of Duty. O jogo atualmente contém 7 classes, cada uma com suas peculiaridades, gameplay diferenciada, vantagens e desvantangens. Soma-se a isso aos mais de 10 mapas e 4 modos de jogo.

Com mais de 80 armas, você poderá ganhar também “skins dropáveis” que você pode trocar e/ou vender através do sistema de Mercado do Steam. Temporadas de drops trocam com o tempo, permitindo que jogadores obtenham skins diferentes e busquem novos acessórios.

Uma das maiores qualidades do jogo é sua otimização. Nos nossos testes, jogamos tanto em máquinas com uma placa de vídeo fraca (conseguindo jogar em 1080p acima de 30 quadros por segundo) e em uma máquina mais potente, aonde chegamos facilmente ao FullHD na qualidade máxima. Com uma Intel HD Graphics 4000, você já pode alcançar os requisitos mínimos do título.

As classes também são outro ponto positivo no jogo. Enquanto jogos como Team Fortress 2 ou Overwatch sempre tem aquela classe quase empoeirada de Suporte que é pouca usada, em Ballistic temos uma jogabilidade bastante dinâmica, já que todas as classes são bastante ofensivas. Algumas das classes são bastante fortes contra outras (um Granadeiro pode acabar com a vida de um Espectro que esteja agindo como camper), o que pode até trazer um pouco de raiva, mas claro, considerando que o jogo não está totalmente pronto, é de se esperar que o balanceamento do jogo seja ajustado com futuros upgrades.

Com uma interface totalmente em português, o jogo agrada em oferecer vários servidores de acordo com sua localidade, oferecendo a opção apenas sugerir servers com o menor ping possível, para que sua experiência não seja afetada. E claro, qualquer necessidade de contato com a equipe da produção é facilitada por se tratar de um estúdio brasileiro.

Pulando direto pro lado técnico, o jogo tem belos gráficos, cenários grandes e bem trabalhados. No quesito som, o jogo não surpreende, mas agrada com uma música de menu simples e bons efeitos, não incomodando o jogador como até mesmo em jogos de grande porte como Counter-Strike: Global Offensive.


 

Compre: http://store.steampowered.com/app/296300

Facebook: https://www.facebook.com/ballisticoverkillgame/?fref=ts

Twitter: https://twitter.com/BallisticOverK

 

Sobre Gabriel (Expresso Nerd)

Nerd, blogger e youtuber. Futuro contador. Curto Marvel e DC e prefiro Star Wars à Star Trek. O que mais dizer?

Check Also

Trafalgar Law chega à One Piece World Seeker no dia 20 de dezembro

Junte-se à Trafalgar Law, capitão dos Heart Pirates, e ao jovem e esforçado aventureiro Roule …